06/05/2017

A eterna chama

O sentimento é centelha
no paiol do peito são
contagia e incendeia
sem pecado e sem perdão.

30/04/2017

Elegia a palo seco




O espaço-tempo é desrespeitado nessas horas em que as perdas provocam verdadeiros vazios

Belchior indo embora leva consigo um dos elos da palavra vulgar com o indizível
fica um silêncio amargurado
um remorso ininteligível
uma saudade de um tempo que subverteu a si mesmo
pra tornar-se de alguma forma eterno

- que sua memória mantenha-nos vivos -
desesperadamente eu grito em português
como quem já não sabe
se nesse mundo há silêncio
ou surdez

grito em português
para que o embrutecimento não nos reduza a pedra
a multidão de pedra onde não há mais canção

para que não sejamos ilhas sem voz
dentro de nós mesmos.

22/04/2017

Profecia de cunho cerrado

Ao cerrado será dado
o valor do grão de soja
e o barão que come e boja
verá pois alardeado

que o cerrado se elevado
a visitação antoja
e agirá com vil lamoja
ante a brecha de mercado

bendirá a quaresmeira
louvará lobo-guará
o tamanduá-bandeira

cervo anta anu preá
a aroeira-pimenteira
o pequi e o araçá

– e não haverá porteira
pro turista que virá.

01/01/2017

Ano acabado

Vade retro
ano maldito

vá para os quintos dos infernos
lazarento

vá para a puta que o pariu


vá tomar bem no meio do olho do seu cu

ano infeliz
ano incapaz
ano menor

seu peçonhento
parece não querer acabar

vá que já é hora de ir
seu ano merda

ano fedido
ano fodido
ano cagão

vá e leve o seu preconceito
seu ano covarde
ano sem esperança

você não entendeu nada
seu ano acéfalo

você foi burro demais
burro demais caralho

burro e arrombado
seu ano boçal
você foi o ano em que nada mudou
como sempre
como sempre

seu ano fi duma égua
ano canalha
ano rolha de poço
ano cínico
ano jeca
ano punheteiro
ano sem honra
ano Cunha
ano antiquado
ano babão

ano banana
ano babaca

estúpido vagabundo
hipócrita imbecil

ano caralho de asa
maçante
miserável
neurótico
otário
ranzinza
panaca
traíra
ultrapassado

ah seu desgraçado
você é igual a todos os anos
você vai
e eu fico aqui
quando era eu
que era pra ir

e me livrar de tudo isso
que eu me acostumei a ser
com o passar dos anos.